Espaço para celebrar o Amor Próprio

amor

#1

Hoje parabenizo-nos a todos nós, por todo e cada instante de Amor próprio.

Por todo e cada instante em que conseguimos gostar de nós mesmos, para além de todas as probabilidades.

Por aqueles instantes em que depois de nos torturarmos com dúvidas, tomamos uma decisão baseada num sentir mais profundo.

Por aqueles instantes em que, alguma vez na nossa vida, “pecámos”.
Aqueles em que fomos julgados.

Aqueles em que andámos sozinhos e confiantes.

Hoje Celebro assim a Capacidade que todos temos de amor próprio.

Nesse lugar onde nos amamos e simultaneamente respeitamos o espaço dos outros de se amarem a si mesmos.

Depois de um fim de semana com o Jamie Catto, Transformando Sombras, esta é talvez a mensagem mais importante que retiro.

Ama-te a ti mesmo em cada instante. Sempre que te apanhares a julgar alguém, incluindo a ti mesmo, pára e observa-te a ti próprio. Será que esta é mesmo a melhor forma de te sentires bem?
Observa-te no acto. Pára. Dá-te um pouco de Amor próprio. Para a próxima talvez consigas sentir-te melhor à primeira, optimizando a tua ação.

Ama-te.

Que outras formas conheces de expressar o Amor Próprio?