SPARK 013 - Quando está centrado, você pode escolher, declarar e perguntar de forma mais responsável


#1

DISTINÇÃO:
Quando está centrado, você pode escolher, declarar e perguntar de forma mais responsável.

NOTAS:
Não saber sobre o seu centro não o torna menos importante.
Há muitas coisas que você não sabe sobre isso que ainda assim o afetam fortemente em todos os dias da sua vida. Uma competência fundamental para funcionar como Gestor de Possibilidades é saber o que está a fazer com o seu centro. Quando você sabe o que está a fazer com o seu próprio centro também sabe imediatamente o que outras pessoas estão a fazer com os seus centros.
Você tem dois tipos de centros, um centro físico e um centro energético ou centro-de-ser.
O seu centro físico é equivalente ao seu centro de equilibrio ou de gravidade, uma posição fixa localizada a meio caminho entre os seus ossos da anca e o seu corpo. Em várias artes marciais ou formas orientais de cura, tem-se dado ao centro-físico nomes como dan-tien ou hara. Possibility Management refere-se simplesmente a este ponto no seu corpo como o seu centro físico.

Além do seu centro físico você também tem um centro energético, ou centro de “ser”, que é móvel. O seu centro-de-estar começa do tamanho de uma toranja, e através de processos evolucionários o seu ser irá desenvolver-se e crescer.

A cultura ocidental treina-o para manter o seu centro-de-ser na sua cabeça. Se o seu centro-de-ser está na sua cabeça você tende a interagir com o mundo através do seu intelecto. Você desliga-se dos seus sentimentos e intuição; você depende de razões e lógica linear em vez da intuição e um verdadeiro sentido de si, e você tenta compreender acima de tudo o resto. As vantagens óbivas em ter o seu centro-de-ser na sua cabeça são que você pode confiar em lógica pura e dura para tomar decisões e pode evitar o mundo caótico dos sentimentos humanos. As desvantagens de estar muito centrado na cabeça surgem quando tenta relações não lineares tais como relações intimas, comunicação, trabalho de equipa, liderança, criar possibilidades e comprometer-se a fazer algo antes de saber como o alcançar.

Tentar perceber criação não linear pela sua cabeça é muito lento porque os problemas não lineares são muito sofisticados e complexos para a mente racional. Se em vez de colocar o seu centro-ser na sua cabeça o colocar no seu centro físico, isto chama-se estar “centrado”. Quando você está centrado, você é o dono da sua própria claridade, poder, voz, sentimentos, intuição, instinto, equilíbrio e presença.

Quando você está centrado, os seus príncipios de destino podem movê-lo e direccioná-lo. Quando você está centrado pode funcionar com uma inteligência não linear não limitada por lógica linear. E você pode ainda utilizar a sua lógica linear sempre que fôr apropriado.
Mas a diferença entre estar e não estar centrado é maior que isso. Quando você não está centrado, você ou colocou o seu centro-ser na cabeça, como mencionado acima, ou o deu a algo externo a si. Porque é que você daria o seu centro? O que é que isto significa?

Talvez há muito tempo atrás você tenha experienciado que quando você está centrado você tem poder além de qualquer medida. Ter tal poder como criança pode ser uma ameaça a figuras de autoridade. Você aprendeu que ao dar o seu centro você podia desempoderar-se a si próprio de tal forma que os adultos não se sentiam ameaçados. Dar o seu centro criou segurança, portanto você deu à sua Caixa o truque de se adaptar como estratégia de sobrevivência. Sem perceber o custo verdadeiro do comportamento adaptativo, a sua Caixa pode ainda utilizar hoje esta estratégia. À superfície, os benefícios de se adaptar parecem maravilhosos. Sem o seu centro você não é responsável! A figura autoritária é responsável por si em vez de você mesmo! Se as coisas não correrem bem, você pode queixar-se e reprimir a figura de autoridade !

Organizações típicas têm quer líderes Gremlin quer responsáveis. Os líderes Gremlin envolvem-se com os seus seguidores que estão disponíveis a dar o seu centro. Depois de colher os centros dos seus seguidores, os líderes Gremlin sentem-se seguros porque a sua autoridade não é desafiada. Se você tenta manter o seu centro num líder Gremlin eles fazem o que quer que é preciso para se livrar de si. Em algum ponto você provavelmente experienciou o que é trabalhar em torno de um líder Gremlin.

Líderes responsáveis dedicam-se a criar líderes e ambicionam rodear-se de outros líderes – pessoas que têm o seu centro – porque pessoas centradas são capazes de tomar responsabilidade, tomar decisões, arriscar e criar resultados. Se você tentar dar a um líder responsável o seu centro, então o líder recusa-se a tomá-lo – recusa-se a jogar esse jogo consigo. Em vez disso o líder responsável pede-lhe para encontrar o seu centro e aprender como o manter em si próprio.

EXPERIMENTO:

Este experimento tem duas partes. Você pode fazê-las ao mesmo tempo.
Aprenda quando dá o seu centro e quando o mantém. Para aprender quando você dá o seu centro comece a notar quando outras pessoas dão o seu centro.
O seu comportamento adaptativo e falta de presença é muito óbvio. Quando você dá o seu centro o seu comportamento adaptativo e falta de presença é igualmente óbvio para as outras pessoas.

Será que as pessoas lhe tentam dar o seu centro? Será que o aceita ou o devolve para elas próprias? Você pode sentir a sensação física de dar o seu centro. Aprenda a reconhecer o sentido fútil de “Eu ganho, você perde! Ha-hah! Agora estou seguro!” que vem do seu Gremlin dar o seu centro. Detecte o seu comportamento adaptativo observando honestamente a sua postura física, posição estratégica, tom de voz, gestos, atitude e língua. Note também que quando você dá o seu centro você ainda é responsável pela sua irresponsabilidade.

Quando você coloca o seu centro-ser no seu centro-físico você pode sentir essa sensação também. Aprenda a reconhecer o sentido de estar centrado. Você tem sentidos de visão, audição, olfacto, tacto e paladar. Pratique uma percepção de sentido adicional de estar centrado colocando-se constantemente esta questão: “Onde está o meu centro neste momento?” Lembre-se que há uma diferença entre ser adaptativo, que é dar o seu centro e ser alguém que aceita, perdoa ou que é gentil, que são príncipios responsáveis. Algumas pessoas podem não gostar se você parar de ser adaptativo e em vez disso manter o seu centro quando está perto delas. Permita que isso seja um problema delas. Por outro lado, seja cuidadoso para não ser rancoroso e procurar vingança.

EXPERIMENTO DE CRÉDITOS EXTRA: Desde o minuto em que acorda até ao minuto em que se deita, isto é, ao longo de todo o dia todos os dias desta semana não se adapte a nada. Veja o que acontece.

Boa sorte,
Clinton

World Copyleft 2018 por Clinton Callahan. Você tem permissão para copiar e distribuir esta SPARK, desde que este autor, site e aviso de direitos autorais estejam incluídos.
Creative Commons Atribuição e Compartilhamento pela mesma Licença CC BY SA International 4.0. Para obter sua subscrição de e-mail gratuita para SPARKs, aceda a http://www.clintoncallahan.org. Obrigado por experimentar. Experimentar constrói matriz para manter mais consciência. http://possibilitymanagement.org